Como descartar corretamente o óleo de cozinha?

Saber como descartar óleo de cozinha é importante para a manutenção dos encanamentos das moradias e também para o meio ambiente, evitando danos significativos a todos os envolvidos.

Além disso, é possível utilizar esse óleo comestível para outras finalidades, ajudando a transformar o produto em algo útil, como sabões, pastas, entre outros.

Quer saber mais sobre como descartar óleo de cozinha? Então, fique por aqui e descubra!

O que é certo e errado no descarte do óleo de cozinha?

Descartar óleo de cozinha dentro da pia é totalmente contraindicado, devido à possibilidade de entupimento, de estrago no encanamento, de formação de massa densa que impede a livre circulação da água, entre outros prejuízos.

Isso porque os óleos são hidrofóbicos, ou seja, repelem substâncias que se misturam em água. Devido a isso, acumulam-se nas paredes dos encanamentos, estreitando a passagem dos líquidos até o destino final.

O mais sensato e correto a fazer é acumular esse resíduo oleoso em frascos de plástico ou vidro e transportá-lo aos locais governamentais ou privados autorizados que disponibilizam esse serviço.

Dependendo da quantidade diária utilizada de óleo, normalmente quando se prepara alimentos na fritura por imersão, os frascos demorarão a se completar. Assim, é recomendado acondicioná-los em locais frescos dentro da cozinha.

Quais são os impactos de despejar óleo dentro da pia?

Como comentamos, é comum as pessoas despejarem óleo de fritura na pia da cozinha. Esse hábito pode causar entupimento, refluxo de dejetos alimentares, mau cheiro no ambiente, além de contribuir para estragos ainda maiores dentro do prédio ou da residência.

Sabe-se que, quando óleos comestíveis são despejados dentro da pia, são capazes de contaminar uma grande quantidade de água. Estima-se que, a cada 1 litro de óleo despejado, 25 mil de litros de água seja contaminado.

Em algumas situações, a quantidade de óleo acumulado nos encanamentos é tão significativa que impede o fluxo de água, sendo necessário acionar empresas especializadas no assunto para amenizar o problema.

Essas empresas também conseguem identificar danos, propor medidas corretivas e preventivas, sobretudo aquelas relacionadas ao encanamento, de forma a não causar problemas novamente.

Como descartar corretamente o óleo de cozinha?

Sabendo que a pia não é o local mais adequado e que o acondicionamento em frascos é o armazenamento temporário mais recomendado, o próximo passo é procurar os postos de coleta desses resíduos.

Normalmente, esses postos de coleta estão incluídos nos mesmos locais onde se realiza a reciclagem de produtos, próximos de grandes supermercados, de redes de drogarias e de associação de moradores. Em São Paulo, por exemplo, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) tem vários postos de coleta de óleo e ações de reutilização.

Além disso, para aqueles moradores que preferem utilizar os resíduos, é possível fazer sabão e outros compostos para comercializar ou viabilizar esses serviços nas populações carentes como forma de melhorar a renda familiar.

Saber como descartar corretamente o óleo de cozinha é importante para o morador, para o condomínio e também para o meio ambiente. Por isso, além de não executar a ação de forma incorreta, é preciso buscar alternativas efetivas e sustentáveis de descartá-lo a fim de evitar problemas a si e a outros moradores.

E você, tem alguma dúvida? Quer saber outras possibilidades para descarte de óleo de cozinha? Deixe seu comentário!


Fortaleza Desentupidora

Desentupidora 24h em São Paulo.
R. Javaés, 626/630 São Paulo, SP
Tel: 0800-3333-3000

Atendimento premiado

Vencedora por 8 anos consecutivos do Prêmio Internacional Quality Brasil em atendimento.

Garantia de qualidade

Todos os nossos serviços oferecem prazo de garantia.

Sustentabilidade

Respeitamos o meio ambiente e nossos procedimentos incluem apenas descarte de esgoto em estabelecimentos credenciados.