Confira o manual de desentupimento de redes pluviais

O desentupimento de redes pluviais, ou seja, das estruturas que escoam a água das chuvas, é um trabalho complexo, que também é extremamente importante para a saúde e segurança das pessoas e para o meio ambiente. É com ele que se garante o fluxo correto das águas de chuva, reduzindo os alagamentos, danos patrimoniais e poluição das águas. Os cuidados com as águas passam, obrigatoriamente, pela limpeza e manutenção das redes pluviais.

Desde a fundação da cidade de São Paulo, as águas, chuvas e rios fizeram parte dos motivos para o desenvolvimento do local, que surgiu como uma pequena vila em 1554. Apesar de ser inteiramente irrigada por rios e córregos, a capital e toda a região metropolitana enfrentam constantes problemas com a falta de água.

É muito comum ver anúncios governamentais com dicas para economizar água, orientando a população a reduzir o consumo, mesmo se tratando de uma localidade com grande fluxo de águas pluviais. Isso acontece especialmente porque não houve o manejo e cuidado corretos para a preservação da água disponível naturalmente na cidade, ao longo de muitos anos.

Os fortes temporais causam enchentes e prejuízos relevantes em São Paulo e outras cidades. Uma das medidas mais recomendadas para conter o problema é, justamente, atuar no cuidado constante com as redes pluviais. Pensando em trazer mais esclarecimentos sobre um tema tão relevante, criamos este guia, que aborda o desentupimento de redes pluviais, sua importância, como deve ser feito e como evitar entupimentos nos sistemas de drenagem. Acompanhe até o final para se atualizar sobre esse assunto!

1. O que são as redes pluviais?

Redes pluviais, como adiantamos no início deste artigo, são os sistemas construídos para a drenagem e condução das águas de chuva. As redes pluviais, em sentido mais amplo, são compostas pela combinação das construções humanas (redes artificiais) e dos cursos d’águas naturais como córregos, rios, lagos e mares.

A maior parte do sistema de águas pluviais é uma estrutura construída e/ou zelada pelo Poder Público. Os proprietários de imóveis, no entanto, devem se atentar às regras de uso e construção, incluindo as redes pluviais em seu planejamento construtivo.

Um bom exemplo disso é a Lei Estadual de São Paulo, nº 12.526/2007. Ela prevê a obrigatoriedade da implantação de um sistema de captação e retenção de águas pluviais em qualquer imóvel com mais de 500 m2 de área impermeabilizada.

Assim, quando imóvel impermeabiliza mais de 500 m2, deve se tornar um local de coleta das águas de chuva, que não poderão ser despejadas diretamente na rede pública. A ideia é desacelerar o fluxo das águas pluviais, reduzindo as enchentes causadas por chuvas com grande volume de água.

O Código Civil, a partir do artigo 1.288, prevê regras de limitação do direito de propriedade, criando regras quanto à gestão das águas que passam por terrenos e construções. Assim, é importante se atentar às redes pluviais nas obras, construções e reformas, para que as regras sejam observadas. Problemas como entupimentos nas redes de águas pluviais, se comprovada a responsabilidade de algum vizinho, causam o dever de indenizar pelos danos causados em outros imóveis.

A visão tradicional sobre as redes pluviais, que previa a canalização e a responsabilidade apenas dos governantes passa por uma transformação. As chuvas e rios existem desde muito antes das cidades, fazendas e outras construções. Por isso, é importante estabelecer um convívio com elas. Com isso, as redes de águas pluviais, seu manejo e cuidados se torna cada vez mais uma atividade feita por toda a comunidade. Como de costume, a organização é uma ação conjunta de todos os níveis da sociedade que causa o verdadeiro impacto nas questões ambientais.

2. Para que servem?

As redes pluviais servem para conduzir as águas pelas construções, de modo que a chuva não cause alagamentos, bem como que essa água não se misture às águas do esgoto. O propósito dessas redes é permitir que as águas atinjam seu destino, ou seja, sejam absorvidas pelo solo ou cheguem aos córregos, rios e mares.

Assim, os sistemas de drenagem de água das chuvas são uma estrutura essencial nas cidades, para prevenir problemas causados pela impermeabilização do solo. Sem a organização dos sistemas de águas pluviais, as cidades não conseguem manter seu funcionamento, além de colocar vidas e patrimônio em risco constante.

Importante ressaltar, aqui, que as águas pluviais, diferentemente dos sistemas de esgoto, não são tratadas. Assim, as redes de água pluvial não são apropriadas para escoamento de resíduos com potencial risco à saúde ou ao meio ambiente. As águas de chuva são despejadas diretamente nos cursos d’água das cidades e, por isso, não devem ser poluídas com agentes contaminantes.

Embora a rede de águas pluviais seja preparada para receber resíduos naturalmente encontrados em rios, como galhos, folhas de plantas, raízes, areia e terra, esses materiais devem ser livres de resíduos tóxicos, além de ter uma quantidade compatível com a capacidade do sistema.

3. Como se diferenciam das redes coletoras de esgoto?

O principal diferencial entre a rede de águas pluviais e a rede coletora de esgoto é o conteúdo transportado nas tubulações e galerias. Enquanto nas redes pluviais se transporta água de chuva, que, ao menos em tese, é limpa, o esgoto é um líquido sabidamente tóxico e poluente.

Por conta da natureza diversa de cada um dos materiais, o final das redes encontra um destino diferente: enquanto as águas pluviais são lançadas em córregos, rios e mares, o esgoto deve ser direcionado a estações de tratamento antes de ser devolvido ao ambiente.

Se a água pluvial é lançada no sistema destinado à coleta e tratamento de esgoto, isso dilui os efluentes que serão tratados. Com isso, mais água precisará passar por tratamento para voltar a ser utilizável, seja por devolução à natureza ou por meio de reúso. O desperdício de tempo, recursos e água limpa que acontecem nesse processo justificam a separação das redes.

No caso em que ocorre o contrário, ou seja, o esgoto vai para a rede pluvial, a situação é ainda pior. Como são efluentes que vão diretamente para os cursos d’água, essas possíveis fontes de água serão poluídas. Assim, o cenário descrito causa danos ao meio ambiente e cria riscos à saúde das pessoas que entram em contato com o esgoto não tratado.

Ressalte-se que esse cenário é o ideal, mas, infelizmente, não é a realidade em todas as cidades brasileiras. O saneamento básico ainda é um desafio no País, que conta com índices alarmantes nesse ponto: 16% dos brasileiros não têm acesso à água tratada e 47% não moram em localidades ligadas à rede de tratamento de esgoto.

Essa falta de oferta dos serviços públicos adequados leva a um cenário indesejável, em que o esgoto não tratado acaba encontrando as águas pluviais. Com isso, a poluição das águas é agravada, causando uma série de problemas ambientais e de saúde pública, que têm sido objeto de grande atenção nos últimos anos.

Na cidade de São Paulo, os índices são melhores que a média nacional, com 100% de acesso à água tratada nas cidades e 96,3% dos cidadãos conectados à rede de tratamento de esgotos, segundo levantamento do Instituto Trata Brasil.

Para que os cuidados com a rede pluvial melhorem na cidade é importante continuar implementando medidas para manejo das águas de chuva, bem como boas práticas de construção. No estado de São Paulo, a separação dos encanamentos destinados às águas pluviais e esgotos é obrigatório desde 1975. A falta de respeito à legislação, além de nociva à saúde e ao meio ambiente, também pode causar multas em valores expressivos para o infrator.

4. O que causa entupimento das redes pluviais?

As redes de drenagem de água pluvial e suas galerias, conforme já esclarecido, estão preparadas para lidar com um volume maior de materiais carregados pela água. Isso não quer dizer, contudo, que a capacidade da rede seja ilimitada. Se os resíduos não forem adequados para o escoamento ou houver material em excesso, o entupimento das redes pluviais vai acontecer.

A água das chuvas seguirá seu curso natural, escorrendo e arrastando consigo tudo aquilo que encontrar pelo caminho. Assim, é natural que os resíduos deixados em locais abertos ou próximos a sistemas de drenagem acabem parando dentro da rede, causando entupimentos, transbordamentos e outros problemas.

Outro problema recorrente é o acúmulo de partículas sólidas, que sedimentam nas galerias e reduzem a capacidade da rede. Barro, cimento, areia, entulhos de obra, troncos de árvores e outros materiais pesados podem ser os responsáveis por um entupimento na rede pluvial.

Além dos materiais sólidos, é importante lembrar que a gordura, presente no óleo de cozinha, produtos cosméticos e águas do esgoto, também pode solidificar. Por isso, a mistura de efluentes é tão perigosa: causa poluição e contribui para os entupimentos.

5. Quais os perigos do entupimento?

O entupimento nos sistemas de drenagem causa uma série de problemas, de variadas magnitudes. A situação vai desde o incômodo até o risco à vida. Apontamos os principais perigos a seguir:

  • retorno das águas para dentro das casas, ruas e outros imóveis, causando alagamentos;
  • redução da qualidade da água captada nas fontes, em razão da contaminação das águas com sujeira e poluentes;
  • enxurradas de água em locais de grande circulação de pessoas, levando consigo veículos, pessoas e animais, causando mortes e destruição;
  • deslizamentos de terra em razão da má drenagem do solo, causando destruição de moradias, deixando pessoas desabrigadas, causando perda de bens e mortes em localidades afetadas;
  • propagação de doenças e patógenos transmitidos por águas sujas, como leptospirose, rotavírus, cólera, entre outras;
  • danos a bens móveis e imóveis, causados pelos alagamentos.

O cuidado com a rede pluvial é de enorme importância, devendo ser objeto de atenção em todos os locais. Agir preventivamente é uma atitude responsável, que pode evitar situações traumáticas, grandes prejuízos, doenças e, sobretudo, salvar vidas.

6. Como desentupir a rede pluvial?

Para entender como um desentupimento é feito, é importante saber quais são as técnicas aplicáveis em cada um dos tipos de redes. Quando falamos das redes pluviais, é muito importante adotar técnicas que garantam a limpeza da água e das redes de drenagem.

Assim como acontece no desentupimento de sistemas água potável, a adoção de métodos sem o uso de produtos químicos é muito importante. Por isso, o desentupimento de redes pluviais pode combinar duas técnicas: o hidrojateamento e o autovácuo.

O hidrojateamento é a aplicação de água pressurizada na rede que será desentupida, para lavar e limpar as paredes das tubulações e galerias. Os resíduos serão removidos apenas com a força da água, em uma técnica segura e ambientalmente responsável.

O autovácuo, por sua vez, é o trabalho de recolhimento de todos os resíduos presentes nas tubulações e galerias. A desentupidora faz a sucção dos materiais, que são direcionados a um tanque do caminhão de desentupimento, para que sejam descartados de forma correta pela empresa que faz o desentupimento.

Assim, o processo de limpeza e desentupimento das redes pluviais, quando feito com quem entende do assunto, é um trabalho ecologicamente correto. Não são usados agentes químicos que possam causar contaminação, poluição ou risco às pessoas. O descarte adequado dos resíduos é certificado, com documentação fornecida aos contratantes, para maior segurança de um serviço responsável, com garantia.

7. Como evitar que o entupimento aconteça?

Quando falamos de entupimentos, a melhor maneira de lidar com eles é evitando que aconteçam. As melhores práticas para quem quer aplicar procedimentos preventivos para entupimento na rede pluvial são as seguintes:

  • tampar os ralos e acessos às galerias durante a realização de obras e reformas, evitando a queda de resíduos da construção civil dentro das redes de águas pluviais;
  • observar as normas de escoamento de águas pluviais e esgotos, fazendo sistemas separados e ligações nos canais corretos para cada efluente;
  • revisar ralos, tubulações e galerias regularmente, recolhendo resíduos sólidos, descartando-os no lixo;
  • proteger as entradas dos ralos com grelhas, redes e outros filtros que permitam a passagem da água, mas retenham as sujeiras antes de atingirem a rede;
  • assegurar a separação entre as redes de esgoto e pluvial, evitando comunicação entre os dois sistemas causadas por transbordamentos e entupimentos, providenciando o desentupimento da caixa de gordura, esgoto e limpeza de fossas;
  • programar a manutenção e limpeza das redes de drenagem pluvial antes da época de chuvas;
  • realizar a limpeza e varrição de lixo, sujeira e resíduos de plantas regularmente, reduzindo a quantidade de itens que vão parar nas redes pluviais;
  • promover a conscientização de todos, evitando o descarte de lixo no chão, em ralos ou em locais que podem ser arrastados para a rede de águas pluviais.

8. Por que contar com uma empresa especializada?

Qualquer entupimento é mais bem resolvido com o trabalho de uma empresa especialista no assunto. Quando falamos do desentupimento de redes pluviais, no entanto, optar por uma desentupidora reconhecida no mercado é ainda mais importante.

Os locais são de difícil acesso e o trabalho requer o cumprimento de uma série de requisitos que só serão observados por empresas de confiança. Veja a seguir os diversos motivos para buscar apoio especializado para o desentupimento de redes pluviais.

Cumprimento das normas técnicas

O trabalho dentro de galerias, inclusive de águas pluviais, é uma atividade de risco. Trata-se de um local fechado, para o qual é importante utilizar os equipamentos de proteção e técnicas previstas pela ABNT na NR 33. Apenas as empresas sérias contam com profissionais certificados e seguem todas as normas para um desentupimento de redes pluviais seguro.

Além das normas relacionadas ao trabalho, também existem uma série de normas sobre a destinação dos resíduos e efluentes das galerias pluviais. O material não pode ser descartado de qualquer forma e somente empresas especializadas no assunto, como a Desentupidora Fortaleza, conseguirão fornecer os certificados de descarte adequado. Essa é a garantia de que o desentupimento não contribuirá para a poluição do solo e das águas.

Experiência no assunto

A Desentupidora Fortaleza é especializada em desentupimentos dos mais variados portes, atendendo clientes em residências, condomínios, empresas e indústrias. Os profissionais da equipe Fortaleza são treinados para avaliar e executar todos os serviços necessários para limpeza e desentupimento de redes pluviais, com segurança e garantia no serviço.

A Fortaleza tem experiência e alta capacidade técnica para lidar com o desentupimento de redes pluviais em diversas situações. O portfólio de serviços realizados inclui limpezas, esgotamento de galerias e desentupimento em galerias pluviais. A empresa atua há mais de 20 anos em São Paulo e região, oferecendo serviços especializados em hidrojateamento e desentupimento de redes pluviais.

Atendimento 24 horas

Em alguns casos, o entupimento nas redes pluviais acontece de repente e a situação é uma emergência. Em outras situações, será necessário programar a manutenção, o que nem sempre pode acontecer durante o horário comercial, certo?

Para todas essas situações, contar com um atendimento 24 horas, como o oferecido pela Fortaleza, será de grande ajuda. O atendimento é feito a qualquer hora, de acordo com as necessidades do cliente.

Garantia

Somente quem sabe o que faz pode dar garantia em um serviço tão sério quanto o desentupimento de redes pluviais. Por isso, contar com a garantia nessa atividade é um grande indicador de que a empresa é séria. Na Fortaleza, o trabalho é certificado e garantido pela empresa, para maior conforto e segurança dos clientes.

Certificação

Quem trabalha com resíduos sólidos e materiais com potencial poluente ou contaminante precisa obter as devidas licenças e certificados. A Fortaleza segue todas as normas técnicas, inclusive as da Anvisa e da CETESB, atuando com autorização das entidades responsáveis.

Como todo o trabalho é feito de forma correta, os equipamentos utilizados seguem toda a legislação vigente, com selo do INMETRO. Além disso, a Fortaleza fornece a documentação completa para que o contratante comprove a regularidade do serviço de limpeza e desentupimento de redes pluviais realizado por sua solicitação. Com isso, os clientes conseguem comprovar sua regularidade perante as autoridades, cumprindo seus deveres legais.

Serviços completos

O trabalho de uma desentupidora deve ir muito além de simplesmente eliminar as obstruções na rede. A empresa deve ser capaz de fazer o diagnóstico, aconselhamento dos clientes e oferecer serviços completos para que todos os problemas sejam resolvidos.

A Fortaleza trabalha com uma vasta gama de serviços correlatos ao desentupimento de redes pluviais, trabalhando com tudo o que o cliente precisa para que seus encanamentos e sistemas fiquem em ordem. Além do desentupimento e limpeza das redes pluviais, a Desentupidora Fortaleza também oferece muitos serviços, como:

Diversas opções de pagamento

Fazer um desentupimento em redes pluviais não precisa ser um serviço inacessível. Há diversas possibilidades para criar um plano de pagamento que caiba em seu orçamento. A Fortaleza oferece diversas comodidades para o pagamento, tornando o trabalho acessível a clientes de diversos perfis.

Orçamento sem compromisso

Quem oferece um bom serviço não precisa prender o cliente, nem cobrar caro para fazer um simples orçamento. Por isso, os profissionais da Fortaleza fazem o orçamento sem compromisso, para que os clientes decidam sem pressão, podendo escolher livremente pela contratação. A qualidade no atendimento e os preços acessíveis da empresa fazem com que as contratações aconteçam naturalmente.

Para que seja possível fazer o manejo adequado das águas nas cidades é muito importante que todos tenham consciência da relação entre as redes de águas pluviais e uma boa vida. Para que você consiga ter um panorama da relevância desse assunto, trouxemos as principais informações do tema neste guia.

Como vimos, o cuidado com os sistemas de drenagem vai muito além do desentupimento de redes pluviais. Também é importante investir em estruturas adequadas, construir de acordo com as leis, separando águas pluviais e esgoto, além de agir preventivamente. Se for necessário procurar por ajuda para desentupir a rede pluvial, é importante buscar uma empresa séria e experiente no assunto, como a Desentupidora Fortaleza.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil e informativo. Se ainda tiver dúvidas ou quiser informações sobre os serviços, não deixe de entrar em contato com nossa equipe de atendimento! Estamos ao dispor 24 horas!


Fortaleza Desentupidora

Desentupidora 24h em São Paulo.
R. Javaés, 626/630 São Paulo, SP
Tel: 0800-3333-3000

Atendimento premiado

Vencedora por 8 anos consecutivos do Prêmio Internacional Quality Brasil em atendimento.

Garantia de qualidade

Todos os nossos serviços oferecem prazo de garantia.

Sustentabilidade

Respeitamos o meio ambiente e nossos procedimentos incluem apenas descarte de esgoto em estabelecimentos credenciados.